Conheça as estratégias de estímulo à inovação de grandes empresas e saiba como foi o workshop conduzido pela Aquarela para as principais lideranças de inovação do país.

Participaram 75 lideranças de inovação de grandes empresas do Business Innovation 2019, promovido pela Harvard Business Review em parceria com a EBDI. Estiveram no palco inovadores da Coca-Cola, Nestlé, Ambev, Grupo Boticário, 3M,  Vale, Atlantica Hotels, entre outras grandes organizações. A Aquarela Advanced Analytics, representada por Marcos Santos, CEO e Juliana Rodrigues, Analista de Negócios, esteve presente compartilhando os conhecimentos de 10 anos de mergulho profundo no mundo da inovação por meio de Data Analytics e Inteligência Artificial.  Abordamos neste artigo os insights trazidos pelos principais inovadores do ecossistema brasileiro e vamos contar como foi o workshop conduzido pela Aquarela, focado nos desafios da Indústria 4.0.

Business Innovation – como foi o evento

O Business Innovation é um evento promovido pela Harvard Business Review em parceria com a EBDI. Nele participam lideranças de inovação das maiores empresas do país. O tema desta edição, que ocorreu nos dias 27 e 28 de março, foi “Conquiste Comportamentos Inovadores”. Esteve no palco  líderes de empresas como Coca-Cola, Nestlé, Ambev, Grupo Boticário, 3M, Vale, Atlantica Hotels, compartilhando cases, iniciativas e boas práticas para promover a inovação e seu impacto nos negócios.

O evento também contou com o workshop conduzido pela Aquarela, que envolveu as 75 lideranças de inovação na busca de soluções de IA e Analytics para os desafios da Indústria 4.0.

9 insights para fomentar a inovação

Diante de um denso conteúdo, destacamos os principais insights trazidos no evento:

  • O colaborador no centro da inovação. É imprescindível envolver toda a empresa e construir uma cultura organizacional voltada para inovação, que adote estratégias de engajamento dos colaboradores, que valorize a cocriação e estimule o intraempreendedorismo. Sessões de Design Thinking e criação de times multidisciplinares, estimulando a cocriação,  e plataformas para gestão de ideias, promovendo a inclusão e transparência, foram algumas das iniciativas apresentadas no evento;
  • Inovação com foco no consumidor. Destacou-se a importância de entender e superar as expectativas do cliente. O mindset voltado a dados, para entendimento profundo do consumidor, gera insights que levam a inovações que melhoram a experiência do usuário;
  • Disrupção digital. É preciso que as empresas tenham agilidade na sua transformação digital, pois o novo consumidor é digital – é preciso estar onde o cliente está e trazer maior comodidade;
  • Inovação diminui os riscos. Contrapondo a crença de que a inovação é arriscada, mostrou-se o contrário. A evolução de testes que um produto ou serviço passa dentro de um processo de inovação –  através de MVPs, PoCs e pilotos, com feedback constante dos usuários, permite aprender rápido e progredir com assertividade, antes de fazer investimentos na direção errada;
  • A inovação tem impacto direto nos resultados. Comprovou-se que produtos e serviços inovadores têm uma margem de lucro maior, promovida pela diferenciação do produto/serviço e pela redução dos custos;   
  • Desenvolver um forte ecossistema com parceiros e startups ajuda a impulsionar a inovação;
  • Inovação é ágil. É preciso fomentar a agilidade da cadeia de inovação. Com as mudanças cada vez mais aceleradas no mercado e no comportamento dos consumidores, sem agilidade fica inviável inovar;
  • As lideranças de inovação são agentes de mudança e têm um papel fundamental no fomento à inovação, pois exerce uma forte influência sobre os colaboradores, incentivando-os tanto pelo exemplo como pelo reconhecimento.  Exige-se do líder de inovação coragem para desafiar o status quo, para provocar novos olhares e para estabelecer o movimento.

Workshop Indústria 4.0 – Advanced Analytics Canvas

Marcos Santos, CEO da Aquarela, apresenta a dinâmica do Workshop.

Marcos Santos, CEO da Aquarela, abriu o workshop falando do papel da conexão entre inteligência coletiva e inteligência artificial na transformação para a Quarta Revolução Industrial. Destacou que hoje a inteligência artificial é associada a robôs e vista como algo de outro mundo. No entanto, a IA pode estar presente no dia a dia das organizações impactando os negócios e a vida das pessoas de forma acessível e significativa.

Foram lançados quatro desafios focados na Indústria 4.0. As principais lideranças de inovação do país, divididas em quatro equipes, engajaram-se durante duas horas nas discussões do contexto dos desafios e na busca por soluções utilizando o Advanced Analytics Canvas, ferramenta desenvolvida pela Aquarela com o objetivo de elevar o nível de maturidade em projetos de Data Analytics e Inteligência Artificial.   

O workshop foi um sucesso, e ao final foram apresentadas quatro soluções com uso de IA e Analytics, para inovações em vendas no setor financeiro, de gestão inteligente de estoque no segmento alimentício, de recomendação de produto altamente personalizada para conteúdo digital e de mitigação de riscos na manutenção do setor de mineração.